07 maio 2015

TEMPO DE MATAR ~ John Grisham

‘Tempo de Matar’ foi o primeiro livro escrito por John Grisham (rejeitado por inúmeras editoras antes de ser publicado). A história se passa em Clanton, Mississipi. 

Tonya, uma menina negra de 10 anos foi ao armazém a pedido de sua mãe Gwen Hayle. Na volta para casa, Tonya é raptada e violentamente estuprada e espancada por dois brancos racistas, sendo largada no meio da estrada à beira da morte.

Carl Lee Hayle, pai de Tonya, ao chegar em casa se depara com Tonya, deitada no sofá, coberta com toalhas e rodeada de parentes chorando. O rosto de Tonya estava transformado em uma massa disforme e sangrenta.

Os estupradores são identificados, presos, e levados ao tribunal para os procedimentos que dariam início ao julgamento. Apesar das provas irrefutáveis, e de um dos acusados ter admitido a participação na atrocidade, existia uma possibilidade de absolvição. 

Numa cidade tradicionalista, onde a segregação racial ainda se mostrava presente, até onde um júri seria capaz de condenar dois jovens brancos por estuprar e brutalizar uma criança negra?

No final da audiência que indicia Willard e Cobb, Carl Lee assassina os estupradores. A trama vai acompanhar o resultado desse evento. Um homem negro, que assassina dois homens brancos, acusados de estuprar e destruir a vida de sua filha. 

Na defesa, encontramos Jake Brigance que sabe das grandes chances que seu cliente tem de ser condenado a morte. Pela promotoria temos, Rufus Buckley, que planeja fazer desse caso o trampolim para um cargo político.

Durante o julgamento, de um lado temos os membros da Ku Klux Klan agindo abertamente, saindo em passeatas e confrontando os negros. De outro lado temos os representantes de outros estados do país que vão à Clanton apoiar Carl Lee e pedir sua absolvição.

“A defesa mandou o Júri imaginar que a menina tinha cabelos loiros e olhos azuis, que os dois estupradores eram negros e que eles amarraram o pé esquerdo dela numa cerca e o direito numa árvore. Que a violentaram repetidamente e xingaram porque ela era branca (...) E se fosse sua filha?”

“E você como jurado? Cederia às pressões da KKK assumindo que o estupro não justifica o assassinato de dois homens? Ou acreditaria que um homem assombrado pelo estupro de sua filha única de 10 anos, pode perder a sanidade?”

A Garota Na Teia de Aranha ~ David Lagercrantz

Quando a NSA, Agência de Segurança Americana, recebe a mensagem: “você foi invadido”, Ed Needham, responsável pela segurança dos computad...